Para comprar MTV, Igreja pede para fiéis fingirem doença






A Igreja Mundial do Poder de Deus, cujo líder é o pastor Valdemiro Santiago, teria distribuído uma carta “sigilosa” com o objetivo de encontrar fiéis para se “passarem por enfermos curados, ex-drogados e aleijados”. 

A ação visa conquistar mais adeptos que possam “contribuir financeiramente para a aquisição do canal 32”. A carta foi encontrada dentro de uma das sedes da igreja pela reportagem do Notícias da TV. 

 O canal 32 citado no documento é uma concessão do Grupo Abril – usada anteriormente para transmitir a MTV Brasil – e está à venda por cerca de R$ 500 milhões. Valdemiro Santiago estaria interessado em comprar a emissora, já que perdeu o espaço no canal 21, do grupo Bandeirantes. 

 Devido à crise financeira, a Mundial tem feito árdua campanha para arrecadar dinheiro. De acordo com o Notícias da TV, é frequente o pedido de R$ 100 durante a transmissão dos cultos. No início do texto, há um espaço em branco para preenchimento do nome do bispo. 

Porém, o parágrafo final esclarece que o pedido é exclusivo de Valdemiro Santiago. “Está é a maneira mais eficiente de conseguir convencer as pessoas que realizamos milagres. Com isso, certamente irão contribuir financeiramente com a nossa Igreja”, justifica a carta. Além disso, o documento apenas pede para os fiéis se “passarem por enfermos curados”, não especificando, necessariamente, que teriam de comprovar que sofriam de alguma doença. 

Em letras menores e em negrito, uma observação é feita no final do texto. “Essa carta é extremamente sigilosa, contamos com sua compreensão”. Questionada pelo Notícias da TV, a Igreja Mundial disse que a informação “não procede”.

3 respostas para “Para comprar MTV, Igreja pede para fiéis fingirem doença”

  1. O QUE HÁ DE DENUNCIAS DE PASTORES QUE CONTRATARIAM ATORES PARA DISSIMULAREM-SE CURADOS…
    A historia de fatos de atores ao toque do pastor “sentirem curados” é velha em varias seitas pentecostalistas, como a IMPD e IURD; aliás, cada vez mais acirrada é a disputa entre as rivais “igrejas” comandadas pelos autodenominados “bispo” Edir Macedo e “apóstolo” Valdemiro Santiago.
    Tais comportamentos se intensificariam com queda de arrecadação de seus templos, devido a evolução negativa da condição de vida financeira ou intelectual da população, há menos pessoas para se enganar, e o dinheiro que antes sobrava, começa a minguar, refletindo nas recentes demissões da Record – abastecida pela IURD – e na dívida monstruosa que se enfiou a seita Mundial que se viu pressionada a deixar a Bandeirantes.
    A situação é tão desesperadora, que os “líderes” religiosos decidiram apelar para esse expediente que dá certo, já que atores sabem perfeitamente encenarem um bem montado circo; e funcionaria!
    Constataram-se casos de os mesmos atores serem “curados” em duas ocasiões em igrejas diferentes, por “religiosos” que se acusam mutuamente de charlatanismo; caberia ao Ministério Público investiga tantas denuncias, sabe-se lá por quais motivações não atuaria para valer nesse tipo de situação.
    Uma é certa: se esses pastores curassem conforme apregoam ninguém mais adoeceria – sei lá, morreriam? – os laboratórios e toda infraestrutura da saúde faliria e ainda os desbancariam por diminuírem-lhes os lucros e fontes de corrupção – vagas sobrariam nos hospitais, as farmácias iriam à bancarrota, além de farmacêuticos e médicos em especial terem que mudar de profissão!
    Porém, muito ao contrario…

  2. A farsa dos supostos milagres dessas seitas já era conhecida, mas, uma prova tão contundente quanto essa, só mesmo uma confissão em juízo. Lembro que, recentemente, um cinegrafista que trabalha na gravação dos “cultos” denunciou que já estava “enjoado daquilo”, ou seja, da farsa dos supostos milagres montada para atrair os incautos. Relatou, inclusive, o caso de um cidadão que já havia aparecido inúmeras vezes nos tais “cultos” dizendo-se curado, ora de uma paralisia, ora de uma dor num membro do corpo etc.

Os comentários estão desativados.