3 respostas para “FOTOS DO FUNERAL DO CARDEAL Domenico Bartolucci”

  1. “Na última entrevista concedida a mim, parecia prever sua Missa fúnebre, que foi celebrada na quarta-feira 13 de novembro pelo Cardeal Sodano: “Eu não sei se você já foi – ai de mim! – a um funeral: “Aleluia!”, bate-palmas, frases risonhas, e nos perguntamos se aquela gente nunca leu o Evangelho; Nosso Senhor em pessoa chorou sobre Lázaro e sua morte; aqui, com este sentimentalismo meloso, não se respeita nem mesmo a dor… Eu vos mostrei como antigamente o povo assistia a uma Missa de defuntos, com qual devoção e compunção se entoava aquele magnífico e tremendo Dies irae.” ”
    (Pucci Cipriani, em “O desaparecimento do Cardeal Domenico Bartolucci”, publicado em

    Pelas fotos, aparentemente não se chegou ao exagero do “bate-palmas” temido pelo Cardeal Bartolucci. Mas é uma pena que este tenha tido seu “último adeus” sob um Rito mitigado, sem os paramentos pretos em sinal de luto. Ao menos, quem sabe, o vermelho das fotos (salvo engano, característico da nova liturgia de defuntos de prelados) bem denote o martírio moral sofrido em vida por este campeão da fé.

    1. Lembrando que não se usou preto, porque na presença do Sumo Pontífice usa-se o vermelho para o luto.

  2. QUANTOS DESCRISTIANIZADOS JÁ DISSERAM POR AÍ: NÃO TEMO A MORTE!
    Isso faz lembrar algo semelhante que me aterroriza e saio acaso suceder: Eucaristias em que há palmas do começo ao fim, escolhendo eu sempre locais em que não haja essa profanação, mais se parecendo como, alegremo-nos: Cristo morreu!
    E os presentes ou ausentes sob a relativista mentalidade de visualizarem a Deus apenas pelo lado da misericórdia, numa situação de uma celebração de corpo presente, desprezando Sua justiça, afirmam com certeza, como alguém me garantindo: sonhei com fulano sendo recebido no Céu por Deus e ele salvou-se!
    Tem me parecido que quase tudo hoje é ás avessas, estando atualizadíssimo a cada momento o profetas Isaías em 5,2: Ai de vós que ao mal chamais bem, a ao bem mal, que tomais a luz por trevas, e as trevas por luz…

Os comentários estão desativados.