Bispos e mais de 40 Teólogos Corrigem o Papa

 

LEIA NA ÍNTEGRA A “CORREÇÃO FILIAL” assinada por Sua Excelência Bernard Fellay, da FSSPX e mais de 40 teólogos do mundo inteiro.

Nesta Correção são apontadas 7 heresias na Amoris Laetitia:

AQUI: 

http://www.correctiofilialis.org/wp-content/uploads/2017/09/Correctio-filialis_Portuguese.pdf

 

Uma resposta para “Bispos e mais de 40 Teólogos Corrigem o Papa”

  1. … Eu lhes digo que, se eles ficassem calados, as pedras clamarão
    Lc 19,40.
    Será que D L Burke levaria para frente o passar correção ao papa Francisco?
    ”Dizer que certos procedimentos e falas do papa Francisco não conduziriam a confusões ou a possiveis heresias seriam de uma imensa ingenuidade, citando alguns como o heresiarca excomungado e proferidor de imensas blasfemias contra N Senhor Jesus Cristo, o papado, assassino de 100 000 anabatistas e ainda por cima o apologizando como profeta “Lutero testemunho do Evangelho” é de um desmedido alcance demolidor, notando-se que seu biógrafo listando todas as suas sinistras ações era um protestante, o Franz Funck Brentano, bem sabemos, portanto, mais ainda insuspeito.
    A citação de “Nas veias de Jesus corre sangue pagão” é outro absurdo pois além de nos dar a entender que a natureza humana de Jesus correspondia à nossa no referente à mancha do pecado original, poderia subtender-se e mesmo que a SS Virgem Maria, excepcionalmente livre do pecado original, a Qual Lhe repassou seu sangue seria igual a qualquer humano, nós, oprimidos pela dualidade bem e mal pelo pecado original, mais pendente a esse, como vemos o mundo atual paganizado, apóstata cristão e indo para o precipicio.
    Outro caso é “A Igreja não são os bispos, o papa ou os sacerdotes, mas o povo”.
    Se não forem esses, o papa e os bispos, os príncipes da Igreja, muito menos o povo que não é revestido do sacerdocio conferido aos 12 apóstolos e sucessores deles, embora saibamos ser a Igreja no sentido estrito da palavra a extensão do Corpo de Nosso Senhor, como em 1 Col 1,18 e 1,24 etc.
    …*”Quando o Papa tolera ele próprio uma ampla disseminação de erros óbvios de fé e de graves abusos dos sacramentos (como a admissão de adúlteros não arrependidos aos sacramentos), os bispos não se devem comportar como empregados servis embrulhando-se no silêncio”.
    Sem entrar em detalhes e estender-me: recepções calorosas a esquerdo-comunistas sob todos os aspectos e a suas milicias, Obama, Castro etc., não demissão sumaria de uns Pe Arturo Abascal, Pe James Martin, o abortista e pró drogas Mujica, Emma Bonino dos 10 000 abortos, D Vincenzo Paglia do mural homoerótico na Catedral de Terni, D Luigi Capozzi, esse da orgia gay regada a fumo e mais uma trinca de similares é algo estarrecedor!
    *Entrevista de D Schneider ao OnePeterFive a Mike Hickson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *