MENSAGEM DA CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL AO POVO DE DEUS

 

 

 

O que vimos e ouvimos nós vos anunciamos, para que também vós tenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com o seu Filho Jesus Cristo (1Jo 1,3)

Em comunhão com o Papa Francisco, nós, Bispos membros da CNBB, reunidos na 56ª Assembleia Geral, em Aparecida – SP, agradecemos a Deus pelos 65 anos da CNBB, dom de Deus para a Igreja e para a sociedade brasileira. Convidamos os membros de nossas comunidades e todas as pessoas de boa vontade a se associarem à reflexão que fazemos sobre nossa missão e assumirem conosco o compromisso de percorrer este caminho de comunhão e serviço.

Vivemos um tempo de politização e polarizações que geram polêmicas pelas redes sociais e atingem a CNBB. Queremos promover o diálogo respeitoso, que estimule e faça crescer a nossa comunhão na fé, pois, só permanecendo unidos em Cristo podemos experimentar a alegria de ser discípulos missionários.

A Igreja fundada por Cristo é mistério de comunhão: “povo reunido na unidade do Pai e do Filho e do Espírito Santo” (São Cipriano). Como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela (cf. Ef 5,25), assim devemos amá-la e por ela nos doar. Por isso, não é possível compreender a Igreja simplesmente a partir de categorias sociológicas, políticas e ideológicas, pois ela é, na história, o povo de Deus, o corpo de Cristo, e o templo do Espírito Santo.

Nós, Bispos da Igreja Católica, sucessores dos Apóstolos, estamos unidos entre nós por uma fraternidade sacramental e em comunhão com o sucessor de Pedro; isso nos constitui um colégio a serviço da Igreja (cf. Christus Dominus, 3). O nosso afeto colegial se concretiza também nas Conferências Episcopais, expressão da catolicidade e unidade da Igreja. O Concílio Vaticano II, na Lumen Gentium, 23, atribui o surgimento das Conferências à Divina Providência e, no decreto Christus Dominus, 37, determina que sejam estabelecidas em todos os países em que está presente a Igreja.

Em sua missão evangelizadora, a CNBB vem servindo à sociedade brasileira, pautando sua atuação pelo Evangelho e pelo Magistério, particularmente pela Doutrina Social da Igreja. “A fé age pela caridade” (Gl 5,6); por isso, a Igreja, a partir de Jesus Cristo, que revela o mistério do homem, promove o humanismo integral e solidário em defesa da vida, desde a concepção até o fim natural. Igualmente, a opção preferencial pelos pobres é uma marca distintiva da história desta Conferência. O Papa Bento XVI afirmou que “a opção preferencial pelos pobres está implícita na fé cristológica naquele Deus que se fez pobre por nós, para enriquecer-nos com a sua pobreza”. É a partir de Jesus Cristo que a Igreja se dedica aos pobres e marginalizados, pois neles ela toca a própria carne sofredora de Cristo, como exorta o Papa Francisco.

A CNBB não se identifica com nenhuma ideologia ou partido político. As ideologias levam a dois erros nocivos: por um lado, transformar o cristianismo numa espécie de ONG, sem levar em conta a graça e a união interior com Cristo; por outro, viver entregue ao intimismo, suspeitando do compromisso social dos outros e considerando-o superficial e mundano (cf. Gaudete et Exsultate, n. 100-101).

Ao assumir posicionamentos pastorais em questões sociais, econômicas e políticas, a CNBB o faz por exigência do Evangelho. A Igreja reivindica sempre a liberdade, a que tem direito, para pronunciar o seu juízo moral acerca das realidades sociais, sempre que os direitos fundamentais da pessoa, o bem comum ou a salvação humana o exigirem (cf. Gaudium et Spes, 76). Isso nos compromete profeticamente. Não podemos nos calar quando a vida é ameaçada, os direitos desrespeitados, a justiça corrompida e a violência instaurada. Se, por este motivo, formos perseguidos, nos configuraremos a Jesus Cristo, vivendo a bem-aventurança da perseguição (Mt 5,11).

A Conferência Episcopal, como instituição colegiada, não pode ser responsabilizada por palavras ou ações isoladas que não estejam em sintonia com a fé da Igreja, sua liturgia e doutrina social, mesmo quando realizadas por eclesiásticos.

Neste Ano Nacional do Laicato, conclamamos todos os fiéis a viverem a integralidade da fé, na comunhão eclesial, construindo uma sociedade impregnada dos valores do Reino de Deus. Para isso, a liberdade de expressão e o diálogo responsável são indispensáveis. Devem, porém, ser pautados pela verdade, fortaleza, prudência, reverência e amor “para com aqueles que, em razão do seu cargo, representam a pessoa de Cristo” (LG 37). “Para discernir a verdade, é preciso examinar aquilo que favorece a comunhão e promove o bem e aquilo que, ao invés, tende a isolar, dividir e contrapor” (Papa Francisco, Mensagem para o 52º dia Mundial das Comunicações de 2018).

Deste Santuário de Nossa Senhora Aparecida, invocamos, por sua materna intercessão, abundantes bênçãos divinas sobre todos.

Aparecida-SP, 19 de abril de 2018.

Cardeal Sergio da Rocha
Arcebispo de Brasília – DF
Presidente da CNBB

Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, SCJ
Arcebispo São Salvador da Bahia
Vice-Presidente da CNBB

 

Fonte: http://www.cnbb.org.br/bispos-reunidos-em-sua-56a-assembleia-geral-enviam-mensagem-ao-povo-de-deus/

Uma resposta para “MENSAGEM DA CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL AO POVO DE DEUS”

  1. A CNBB ESTÁ SOB EXTREMA PRESSÃO NAS REDES CATÓLICAS CONSERVADORAS, anti modernistas e o presente recado delas via nosso representante, o prof Hermes R Nery, deve tê-la deixado atordoada, pediu-lhe fidelidade, ser transparente, não deixar se levar pela maré vermelha pois se expressou muito clarividentemente da situação, sem meias palavras e suas objeções a certas ações dela foram bastante contundentes!
    Comentarei por trechos a nota da CNBB acima:
    … “Vivemos um tempo de politização e polarizações que geram polêmicas pelas redes sociais e atingem a CNBB. Queremos promover o diálogo respeitoso, que estimule e faça crescer a nossa comunhão na fé, pois só permanecendo unidos em Cristo podemos experimentar a alegria de ser discípulos missionários”.
    *R – De como dialogarmos com os que radicalmente nos odeiam, as esquerdas globais, ardentemente querem nos destruir e aparentam se aproximar de nós exclusivamente num fraudulento diálogo apenas para se infiltrarem em nosso meio e nos implodirem, encarnadas nos PCs e na idem TL? E como comprovantes, os recentes e lamentaveis fatos sucedidos em Londrina, dentre varios mais execraveis, profanantes, provindos desses relativistas infiltrados – da maçonaria eclesiástica – especialmente no clero católico, procedendo de modo adequado a comunistas, embora travestidos de religiosos, a partir desde o Vaticano sem que o papa Francisco os censure ou os demita – apesar de serem diversos, como D Luigi Capozzi, D Vincenzo Paglia, Pe James Martin etc?
    … “Em sua missão evangelizadora, a CNBB vem servindo à sociedade brasileira, pautando sua atuação pelo Evangelho e pelo Magistério, particularmente pela Doutrina Social da Igreja…
    R – Pareceria verdade, mas por omissão e/ou conivencia, nunca se desentendeu com os partidos socialistas e comunistas no Brasil, especialmente com o terrorista PT e seus jagunços – pareceriam compartilhadores de ideais, companheiros de jornada!…
    … “O Papa Bento XVI afirmou que “a opção preferencial pelos pobres está implícita na fé cristológica naquele Deus que se fez pobre por nós, para enriquecer-nos com a sua pobreza”…
    R – De fato, o papa Bento XVI sempre favoreceu na “opção preferencial pelos pobres”, com evidencia aos pobres em espírito de Sof 3,2 +, mas não do modelo POBRISTA da TL-PT(CNBB) que é totalitarista, do modelo comunonazifascista, como das ditadura de Cuba, Coreia do Norte, China, agora na famélica e pauper-misérrima Venezuela etc.
    Apenas os incautos crerão em MESCLAR AS OPÇÕES DO PAPA BENTO XVI NESSE SENTIDO CO’AS DO PAPA FRANCISCO sintonizarem os dois: esse é apreciador e favorecedor das esquerdas, como disse aos movimentos sociais, lido no vatican.va: “façam das suas as minhas palavras”, além doutras apologias a esses relativistas, como aos do terrorista MST e congêneres reunidos no Vaticano, e a mais de diversos governos esquerdistas de integral apoio às suas iniciativas, enquanto o outro os desmascarava com veemencia!
    … “A CNBB não se identifica com nenhuma ideologia ou partido político”.
    R – Quem crerá numa inverdade dessa, CNBB? Porque jamais aqui combateu os socialistas, devassos, perversores do povo apoiadores de sexo novelas e BBBs da Rede Globo da TeleSafadeza, que faz de seu lar quarto de motel, ainda mais os marxistas do PT, ultra cristianófobos como todos os PCs globais, radicais inimigos da Igreja?
    Vilipendiou a Igreja como pôde, impingiu no povo todos os tipos de monstruosidades do material-ateísmo sob seu silencio, enquanto a missão de ao menos os denunciar foi olvidada, obrigação que deveria ser a profética católica e assumida contra esses malfeitores e logo tentar se justificar com um comportamento farisaico desse? Quem sabe encarnaria o “Canes non valentes latrare”?
    … “Ao assumir posicionamentos pastorais em questões sociais, econômicas e políticas, a CNBB o faz por exigência do Evangelho. A Igreja reivindica sempre a liberdade, a que tem direito, para pronunciar o seu juízo moral acerca das realidades sociais, sempre que os direitos fundamentais da pessoa, o bem comum ou a salvação humana o exigirem” (cf. Gaudium et Spes, 76).
    R – Sim e deve de fato se posicionar, alertar as consciencias dos católicos a não cooperarem para a implantação do reino do anticristo do qual os PCs são arautos e os eleitores não compartilharem de seus maleficios, assim como denunciar nomeadamente como procedemos os caudilhos que nos acercam – ALGO QUE A CNBB NUNCA, JAMAIS FEZ – caso dos PCs e subservientes dele, como o PMDB – hoje MDB – idem os bestiais PT, PSDB, PSOL, PSTU, PSB-stalinista, do Joaquim Barbosa, que recentemente aderiu à bandidagem vermelha, PC do B. PCB, PCO, PDT, Rede de Sustentabilidade da Marina Silva, PP, PRB-IURD-Edir Macedo etc., nomes dos dirigentes, Lula, Dilma, Freixo, Ciro Gomes, Joaquim Barbosa etc., e aliados desses daqui e doutros países, como Castro, Maduro e candidatos doutros PCs, bandos anárquicos, miserabilizantes, perversores e sabotadores do povo em todos os sentidos!
    …”Neste Ano Nacional do Laicato, conclamamos todos os fiéis a viverem a integralidade da fé, na comunhão eclesial, construindo uma sociedade impregnada dos valores do Reino de Deus. Para isso, a liberdade de expressão e o diálogo responsável são indispensáveis. Devem, porém, ser pautados pela verdade, fortaleza, prudência, reverência e amor “para com aqueles que, em razão do seu cargo, representam a pessoa de Cristo” (LG 37). “Para discernir a verdade, é preciso examinar aquilo que favorece a comunhão e promove o bem e aquilo que, ao invés, tende a isolar, dividir e contrapor” (Papa Francisco, Mensagem para o 52.º dia Mundial das Comunicações de 2018)”.
    R – Desde que nossos pastores ao todo ou em parte não bandeiem para as hostes anti católicas e a CNBB abandone esse discursinho sedutor e melífluo de estar sempre atrelada ao milenares ensinamentos da Igreja e nos ache com cara de subservientes e temerosos de causarem divisões, tornando-nos cismáticos ou até mesmo hereges, pois os descaminhos não são patrocinadas por nós, logo com esses palavreado capcioso e algo ameaçador, característico das trapaceiras esquerdas quando acuadas, ou vitimizando-se, certo, CNBB?
    A ferrea pressão em cima da CNBB se seguirá até que mude de rumo ou então continuará cada vez mais pressionada; até tempos atrás estava tão desprestigiada que, com nosso empenho, naquela falsaria “Reforma Política” do PT e sindicatos não conseguiu nem a metade das 1.500.000 assinaturas capitaneadas por **D Joaquim G Mol de BH em cima de um caminhão da CUT – que absurdo!
    Aliás, imagine após as recentes devastadoras denuncias naquelas profanações e sacrilegios contra a S Missa e ao SS Sacramento em Londrina, sem que nos conste nenhuma censura àqueles sincréticos promovendo um falso ecumenismo por admissão das heréticas, relativistas pastoras e discípulas de Lutero como “concelebrantes”!…
    Ou assuma de vez e oficialmente a bandeira vermelha martelo e foice como qualquer PC!
    *R = Resposta.
    **https://www.youtube.com/watch?v=8GBH6BnVdmA

Os comentários estão desativados.