ROSÁRIO DE REPARAÇÃO NA PRAÇA DE SÃO PEDRO

 

sao pedro

Fonte: FSSPX Itália – Tradução: Dominus Est

Um grande grupo de fiéis (cerca de oitenta), liderado pela Milizia dell’Immacolata e acompanhado por alguns sacerdotes do Priorado de Albano Laziale (Lazio-Italia), se reuniram na Praça de São Pedro na segunda-feira à tarde para um ato de profissão pública de fé.

Pouco antes havia sido realizada, de fato, a cerimônia do “Vésperas” anglicanas na basílica central do cristianismo, com a aprovação da hierarquia vaticana. Este ato, certamente não é o primeiro de molde ecumênico nesses últimos cinquenta anos, mas que teve o triste privilégio de tido lugar na Basílica do Príncipe dos Apóstolos, despertou a justa indignação de muitos fiéis que procuraram expressar seu desacordo com uma oração de reparação: o encontro foi, portanto, marcado para as 16h na capela da via Urbana, em Roma, para a missa “Ad Tollendum Schisma” e em seguida, partiram para a Via della Conciliazione para a recitação pública do Rosário.

Depois de alguma discussão com a polícia, que parecia não querer permitir a realização das orações muito perto da basílica, o grupo se manteve firme em seu lugar, no topo da Via della Conciliazione, e, guiado por sacerdotes, de joelhos na calçada e voltados para a basílica vaticana, recitaram o santo Rosário e a ladainha de Nossa Senhora.

O grupo, em seguida, moveu-se, conforme os pedidos da polícia, para o Castel Sant’Angelo para entoarem algumas canções marianas e distribuir panfletos à população, a fim de explicar o alcance desse gesto ecumênico e o significado da oração de reparação.

Após este belo testemunho de fé, tudo terminou de forma organizada por volta das 19h. Que o Senhor dê cada vez mais força aos católicos para resistir às tendências ecumênicas e coragem de expressar abertamente sua fé!

Pregador da Casa Pontifícia fala ao Sínodo anglicano e elogia Reformadores

rani

Caríssimos, Salve Maria!

Não é a primeira vez que Martinho Lutero, louco e herege é elogiado por dignatários católicos. Se são verdadeiras as aparições de Nossa Senhora em La Salete, estamos em pleno cumprimento dos avisos celestes. Não nos baseamos em aparições aqui, mas em Doutrina. Ora, a Verdade não muda, permanece a mesma. Caindo em erro contra a Fé, Lutero foi condenado e, por não querer voltar atrás, excomungado. Hoje seus feitos são elogiados até pelo pregador carismático da Casa Pontifícia, que em solo anglicano, disse, entre outras “citou, inclusive, um dos princípios básicos de Reformadores como Martinho Lutero e Thomas Cranmer: Justificação pela fé. E disse que isso deveria ser pregado com “mais vigor do que nunca”.

Miserere!

Londres (RV) – O Pregador da Casa Pontifícia disse, na terça-feira (25/11), que o 5º centenário da Reforma Protestante é uma oportunidade que “não deveria ser desperdiçada por pessoas que permanecem prisioneiras do passado, e tentam apontar os acertos e erros de cada um”, mas deveria ser visto como uma chance para “dar um salto qualitativo adiante”.

O frade capuchinho Padre Raniero Cantalamessa fez uma pregação inédita na Abadia de Westminster, na capital inglesa, durante a inauguração do 10º Sínodo geral da Igreja da Inglaterra, com a presença da Rainha Elizabeth II. Cantalamessa citou, inclusive, um dos princípios básicos de Reformadores como Martinho Lutero e Thomas Cranmer: Justificação pela fé. E disse que isso deveria ser pregado com “mais vigor do que nunca”.

“Não em oposição às boas obras – isso já está estabelecido – mas sim em oposição ao clamor do povo hoje de que pode se salvar sozinho graças à ciência, tecnologia ou à espiritualidade ‘criada pelo homem’, sem a necessidade de um redentor que vem de fora da humanidade”.

“Unidade não é uma questão simples”, disse ainda o Padre Cantalamessa.

“Nada é mais importante do que preencher o desejo do coração de Cristo pela unidade descrito no Evangelho de hoje”, continuou. “Em muitas partes do mundo pessoas são mortas e igrejas queimadas não porque são católicas, ou anglicanas, ou pentecostais, mas porque cristãs. Aos olhos deles, nós ainda somos um! Que possamos ser um também aos nossos olhos e aos olhos de Deus”. (RB)

Fonte: http://br.radiovaticana.va/news/2015/11/25/pregador_da_casa_pontif%C3%ADcia_fala_ao_s%C3%ADnodo_anglicano/1189346