Matar homossexuais é um mandamento muçulmano, não do ISIS

Andrew C. McCarthy, National Review

trad. Daniel Lopes e Eduardo Wolf

Sheikh Yusuf al-Qaradawi

Sheikh Yusuf al-Qaradawi

Várias notícias indicam que o número de mortos no ataque jihadista em uma popular boate gay de Orlando pode passar das 50 pessoas, com mais de 50 outras feridas. A identidade do terrorista foi informada: ele é Omar Mateen, um cidadão americano de 29 anos de idade, muçulmano devoto de Fort Pierce, Flórida, filho de imigrantes do Afeganistão.

IRÃ TESTA MÍSSIL COM MENSAGEM “VARRER ISRAEL DA TERRA”

download (4)

A Fox News relatou nesta quarta que o Irã fez testes com um míssil de longo alcance, capaz de atingir Tel Aviv e Jerusalém, em que constava a mensagem “varrer Israel da Terra” escrita em hebraico. Mais provocação é impossível. Isso, vale lembrar, pouco depois que Obama, o frouxo, assinou acordo com o país, que estaria se tornando mais “moderado” (sei…).

Eu não sou Charlie Hebdo

 

download

 

O que poucos se atrevem dizer

JUAN MANUEL DE PRADA

Chegados à culminância do disparate, temos escutado defender um autoproclamado «direito à blasfêmia»

DURANTE os últimos dias, temos escutado qualificar aos jornalistas vilmente assassinados do pasquim Charlie Hebdo de «mártires da liberdade de expressão». Também temos assistido a um movimento de solidariedade póstuma com os assassinados, mediante proclamas inadmissíveis do estilo: «Eu sou Charlie Hebdo». E, chegados à culminância do disparate, temos escutado defender um autoproclamado «direito à blasfêmia», inclusive em meios católicos. Sirva este artigo para dar voz a quem não se identificam com este cúmulo de modismos filhos da debilidade mental.

Mensagem da revista Charlie Hebdo ao Papa: «Que as Femen façam soar os sinos de Notre Dame em nossa honra»

Proxima capa da Charlie Hebdo_thumb[2]

«Uma última coisa, importante: Queríamos enviar uma mensagem ao Papa Francisco, que ele também »é Charlie«, esta semana somente aceitamos que os sinos de Notre Dame soem em nossa honra se são as Femen quem os façam soar». Essa é a mensagem final de um dos artigos do novo exemplar da revista ateia e blasfema Charlie Hebdo.

Asia Bibi: «Para minha libertação espero um verdadeiro milagre»

 

ppasiabibi141212

 

20/12/14 11:54 |

(Vatican Insider/InfoCatólica) A campesina do Punjab foi encarcerada «por um copo de água», depois de uma discussão com duas mulheres muçulmanas que a acusaram falsamente. Este ano passará seu quinto Natal no cárcere e nos conta sua vida atrás das grades, suas angústias e esperanças.

Está à espera do braço da morte há mais de cinco anos e na atualidade se encontra no cárcere de Mutlan. Asia se tem apegado a sua Bíblia e a sua profunda fé, confiando mais na providência de Deus que na justiça paquistanesa. Entretanto, depois da sentença de sua sorte, esperará com paciência e acolherá serenamente o juízo do processo em terceiro grau, que acaba de começar na Suprema Corte do Paquistão. Esperando o sonhado milagre de sua libertação.

O Alcorão é livro de Paz, diz Francisco, depois de rezar voltado para Meca.

 

O Papa Francisco declarou em entrevista, voltando para Roma, que o Alcorão é um livro de Paz. Também rezou na Mesquita azul virado para Meca e  ressaltou que foi como um “Peregrino”.

Geralmente o cristão peregrina para os lugares sagrados…O sagrado está para a Verdade. Se não há Verdade não pode haver sacralidade  alguma.e  sem sacralidade não há sentido de peregrinação. Que  Verdade existe numa mesquita?

…. Se vou  rezar num templo budista, devo rezar para Buda. Se vou  ao templo da deusa Shivá, devo pedir-lhe ajuda. E numa mesquita  a quem rezarei?…

Alguns textos pacíficos do Alcorão:

2:190-193 “Combatei, pela causa de Deus, aqueles que vos combatem… Matai-os onde quer se os encontreis… combatei-os até terminar a perseguição e prevalecer a religião de Deus…”

Arcebispo iraquiano chora: Pela primeira vez em 1500 anos não podem celebrar o dia da santa padroeira

 

 

 

ROMA, 13 Nov. 14 / 03:37 pm (ACI/EWTN Noticias).- O Arcebispo Siro Ortodoxo de Mossul, Mar Nicodemus Dawod Sharaf, começou a chorar durante uma entrevista ao recordar que em 1500 anos de história, essa é a primeira vez que os cristãos do norte do Iraque não puderam celebrar a padroeira na igreja devido à perseguição do Estado Islâmico; um fato que nunca tinha acontecido, nem mesmo durante as invasões mongólicas ou tártaras do passado.

O fato ocorreu durante uma entrevista com um jornal estrangeiro, na qual o arcebispo também denunciou a passividade dos organismos de direitos humanos. Entretanto, assegurou que em meio ao sofrimento, os cristãos do Iraque estão orgulhosos porque as perseguições são consequência de sua fidelidade a Cristo.

Síria: Padre Jesuíta Espancado e Morto. E 13 Cristãos Decapitados por Terroristas Islâmicos

O padre holandês,  Frans van der Lugt, que vivia desde 1966 na Síria, foi espancado e morto com dois tiros na cabeça dentro do seu monastério na cidade síria de Homs. Ele tinha 75 anos (foto acima) e tinha se recusado a deixar a cidade depois que começou o conflito entre o governo e as milícias terroristas islâmicas. O Vaticano confirmou a triste notícia.

O site Rome Reports fez um vídeo sobre a morte do padre e lembrou que ele tinha feito um vídeo pedindo ajuda aos pobres e carentes do país e tinha recebido a ONU para relatar o que estava acontecendo na cidade de Homs. Vejam vídeo abaixo.


Também foi noticiado que milícias terroristas ligadas a Al-Qaeda atacaram uma cidade síria na fronteira com a Turquia, chamada Kessab, que é conhecida pela grande presença de cristãos armênios. Eles mataram 80 pessoas, decapitaram pelo menos 13 cristãos, profanaram igrejas cristãs e roubaram as residências. 3 mil cristãos armênios fugiram da cidade, mas muitos não conseguiram fugir, pois não tinham condições físicas ou tinha de cuidar dos mais velhos.