O Papa obriga Müller a despedir três de seus melhores homens em Doutrina da Fe

cardeal-gerhard-muller

Se estende o clima de temor no Vaticano. Segundo vários meios, o motivo seria haver dissentido, em privado, de algumas das atuações públicas do Papa Francisco

Tradução Frei Zaqueu – 3 janeiro, 2017 – Segundo vários meios, o Papa Francisco ordenou ao Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o cardeal Müller, que despeça três de seus melhores homens no Santo Oficio. Segundo OnePeterFive os três sacerdotes implicados são de nacionalidade eslovaca-americana, francesa e mexicana.

Segundo o vaticanista Marco Tosatti, Müller recebeu a ordem de despedir três de seus melhores homens, os quais trabalharam para ele durante muito tempo sem haver recebido nenhuma explicação. Tal e como registra o especialista em assuntos do Vaticano, Müller recebeu várias cartas oficiais nas que se lhe pedia “devolver a cada um deles a sua Diocese de origem ou à Ordem Religiosa à que pertencia”.

Ante dita petição, Müller ficou bastante surpreendido, já que os sacerdotes eram três dos melhores homens com os que contava dentro da Congregação para a Doutrina da Fé. Por ele, desde o primeiro momento tentou não despedir os religiosos e em várias ocasiões pediu uma audiência com o Papa.

Após várias tentativas, logrou reunir-se com Francisco. Estas foram suas palavras: “Sua Santidade, recebi as cartas, mas não fiz nada porque estas pessoas são o melhor que há em meu Dicastério…que fizeram elas?”.

A resposta do Papa -segundo narra Tosatti- foi a seguinte: “Eu sou o Papa, e não necessito dar nenhuma explicação sobre minhas decisões. Decidi que têm que sair, e têm que sair”. One Peter Five conta que, em seguida, o Papa se levantou e estendeu a mão ao cardeal indicando que a audiência havia terminado.

Em 31 de dezembro, dois dos três homens abandonaram -sem saber a razão de sua expulsão- o Dicastério onde tinham trabalhado durante anos. O terceiro e último homem assinalado parece seguir ainda no Dicastério “por um breve tempo”.

Segundo vários meios, uns dos dois sacerdotes havia dissentido, em privado, sobre certas decisões e atuações públicas do Papa Francisco. Concretamente, um estreito colaborador do Papa escutou um dos comentários e, em pouco tempo, o membro da Congregação para a Doutrina da fé recebeu uma chamada do Papa e a demissão não tardou em chegar.

Tosatti fala de uma “febre autocrática que parece haver estralado no Vaticano” e conclui perguntando-se onde está a “verdadeira misericórdia”. Por último, questiona a maneira e o método no que o Papa Francisco “despede ou margina prelados ortodoxos, sacerdotes oo qualquer que tenha uma posição de influência no Vaticano”.

Assim as coisas, os empregados do Vaticano têm medo de dizer qualquer coisa por temor a ser descobertos por qualquer informante, que se encontram em todas as partes. Sem ir mais longe, no passado mês de novembro relatava InfoVaticana a purga de acadêmicos “críticos” que há tido a Academia Pontifícia pela Vida.

“Até as paredes têm ouvidos”, é a frase que se repete nos dicastérios.

Fonte: http://www.sensusfidei.com.br/2017/01/04/o-papa-obriga-muller-a-despedir-tres-de-seus-melhores-homens-em-doutrina-da-fe/#.WG_SIC0rLIV

A diocese argentina de San Rafael confirma a retirada da vida pública do PE. Carlos Buela

buela

Em um comunicado lido na roda de imprensa em 12 de dezembro, a diocese de San Rafael (Argentina), confirmou que o Vaticano considerou verdadeiras as denúncias contra o Pe. Carlos Miguel Buela, fundador do Instituto do Verbo Encarnado (IVE), de «comportamentos impróprios com maiores de idade». 13/12/16 21:00

(InfoCatólica) – Tradução Frei Zaqueu – «A Congregação competente da Santa Sé, tendo garantido o exercício do legítimo direito de defesa do afetado, determinou, conforme a procedimentos canônicos vigentes, a veracidade das denúncias e a imputabilidade ao Padre Buela de comportamentos impróprios com maiores de idade», reza o comunicado.

A Santa Sé decretou igualmente que o Pe. Buela «está proibido do modo mais absoluto ter comunicação com os membros do IVE. Tampouco pode fazer declarações nem aparecer em público, ne participar em nenhuma atividade ou encontro, seja pessoalmente, ou seja por qualquer outro meio de comunicação».

Se descarta, entretanto, que haja cometido abusos a menores de idade.

Por sua parte, o bispo de San Rafael, Mons. Eduardo María Tassig, assinalou na roda de imprensa que o IVE «tem tido dificuldades, não somente do Pe. Buela, mas de governo», pelo que a Santa Sé interveio na eleição das autoridades máximas do instituto.

O IVE, acrescentou, «está dentro de um processo, acompanhado e guiado pela autoridade suprema da Igreja, que augura que vai poder potencializar todo o bom e ordenar as coisas que existam por corrigir».

____________________

Fonte: http://www.infocatolica.com/?t=noticia&cod=28029

DOCUMENTOS CONFIRMAM TRAMA CONTRA DOM ALDO POR PADRES DA PARAÍBA

Dom-Aldo-Pagotto-2-1

Salve Maria!

Abaixo essa matéria grave onde provaria a inocência de Dom Aldo Pagoto, Arcebispo Emérito da Paraíba. O mesmo arcebispo afirmou que a ele não foi dado o direito de estar com o Papa Francisco. Esse caso nos lembra o de Dom Rogelio, que embora o assunto não versava sobre questões morais, o mesmo foi destituído de seu posto, sem o direito de conversar com o Papa. Não estamos falando de papas burocráticos e de gabinetes, nem enrijecidos pelo protocolo, mas do Papa Francisco que acolhe a todos e recebe a todos e de atos de misericórdias internacionais, aplaudidos e reverenciados.

Rezemos por Dom Aldo e pela  querida Igreja da Paraíba

Com informações exclusivas do BLOG da Laura Berquó reproduzimos uma matéria bombástica, onde se comprova que um Lobby Gay tramou contra Dom Aldo, print’s do WattsApp confirmam trama. Veja ainda: documentos oficiais confirmam que Dom Aldo apresentou denuncias ao Vaticano contra Padres por desvio de dinheiro e condutas imorais.

A Seguir os Print’a vazados por Laura Berquó:

1audo

 

2audo

 

3audo 4audo 5audo 6audo 7audo

 

8audo

9audo

 

11audo

 
13audo

 

14audo

 

16audo

 

18audo

 

19audo

 

20audo

 

 

Fonte: http://institutobentoxvi.blogspot.com.br/

 

Bento XVI: ” A publicação do Terceiro segredo de Fátima está completa”

not_2732

Ciudad del Vaticano, 21 de mayo 2016.- “La publicación del tercer secreto de Fátima está completa”.

Lo afirma el Papa emérito Benedicto XVI en un comunicado escrito de su puño y letra enviado a la Secretaría de Estado y posteriormente difundido por la prensa vaticana.

Según el texto “algunos artículos han divulgado recientemente declaraciones atribuidas al profesor Dollinger Ingo, según las cuales, el Cardenal Ratzinger, después de la publicación del tercer secreto de Fátima en junio de 2000, le habría confiado que esta publicación no estaba completa.”

“Benedicto XVI -continúa la nota- comunica que nunca ha hablado con el profesor Dollinger acerca de Fátima. Afirma claramente que las observaciones atribuidas al profesor Dollinger sobre este tema son puras invenciones, absolutamente falsas.”

FUENTE: Acistampa
TRADUCCIÓN AL ESPAÑOL: Un puente de fe

Comunicado aos Leitores

 

300px-Pasterz-katakumby2

 

Salve Maria!

Este site é direcionado aos Católicos Apostólicos e Romanos fieis à tradição bimilenar da Igreja e não  aos católicos liberais e outros.

Quem não está satisfeito com os assuntos aqui colocados, ” a porta da rua é serventia da Casa”.

Quanto aos comentários são todos moderados. Serão aprovados apenas os que forem considerados importantes ao Post

 

A toute l’heure