Nossa Senhora é Retirada da Canção Nova ( 2)

 

cn1

cn2

 

 

 

 

           Caríssimos, Salve Maria!

          A postagem mais polêmica e que até hoje atrai centenas e centenas de comentários neste site ( embora os Comentários já tenham sido fechados, foi a que mostra que a Comunidade Canção Nova, para “aggiornar” com os protestantes, retirou de seu cenário a Imagem de Nossa Senhora e de Jesus Crucificado. Esta postagem, que na época fizemos já é antiga, mas muitos desenformados e cegos pela paixão ainda teimam em sustentar que tal fato nunca aconteceu.

         Aconteceu, sim, foi notícia e deixou indignados os verdadeiros católicos que não negociam a sua fé.  Tratou-se do evento EUCRISTUS (Encontro de Cristãos na Busca de Unidade e Santidade em março de 2014), no auditório S. Paulo, da Canção Nova, com a presença dos protestantes e do pastor José Carlos.

        Negar esta tragédia dizendo que nunca aconteceu ou minimizar tentando passar geleia em torradas, é ser desonesto com a Fé Católica que não aceita jeitinhos nem malabarismos oportunistas.

Fontes: http://fratresinunum.com/2014/03/18/cancao-nova-encristus-e-embustes/

               http://pjsaomateusma.blogspot.com.br/2014/03/eucristus-na-cancao-nova.html

              http://www.sinaisdoreino.com.br/?cat=9&id=1403

Canção Nova com “belo” Santuário….

14674243898_91af579638_o

A Igreja Católica ganhará um novo templo no Vale do Paraíba. Construído pela Comunidade Canção Nova em Cachoeira Paulista (SP), o Santuário do Pai das Misericórdias será inaugurado nesta sexta-feira (5) com uma missa especial e terá capacidade para receber pouco mais de cinco mil fiéis.

O templo, com área aproximada de sete mil metros quadrados, começou a ser construído em 2008 e deverá receber celebrações de missas e eventos organizados pela comunidade religiosa. A estrutura da obra tem formato de uma mão, fazendo alusão ao cuidado e ao auxílio de Deus com os fiéis. Continue lendo

A CANÇÃO NOVA MUDOU O “TOM” ?

   

O site abaixo faz um comentário sobre a mudança de “tom” da Canção Nova. As fotos falam e foram postadas em várias escalas na internet.

Conhecida pela péssima liturgia, mais protestante que católica, difusora de “carismas” neo-pentecostais, eis que nesta Semana Santa apresentou-se diferente…o que já é um bom começo.

Liturgia mais próxima do que é romano, paramentos mais católicos, comunhão segundo a vontade do papa, de joelhos, coral entoando hinos….Bem, para quem fala tantas línguas, que pelo menos, se escute, também lá, a língua da Igreja, a voz do papa.

Todavia fico com o comentário da nossa amiga Lúcia Zucchi, abaixo

Com minha bênção

Pe. Marcélo Tenorio

____________________



Caros amigos,
Salve Maria!
 
Replicando Machado de Assis, “mudaria a Páscoa ou mudei eu?” Até ouço o riso alegre que o Professor Orlando daria se tivesse visto isso…
 
Deus abençoe Bento XVI!
 
SM
Lucia
________________
Do blog Oblatus:

Nunca escondi meu apreço peloMons. Jonas Abib. Conheci-o em 1992, quando não existia TV Canção Nova e eu,jovem seminarista, participei de um encontro de jovens com ele em Jacarepaguá.Na ocasião almoçamos juntos e conversamos sobre Dom Bosco – ele é salesiano, eufui aluno e sempre devoto do grande Santo.

Também não escondo minhasdiscordâncias da RCC, em geral, e da Canção Nova, em particular. Mas o objetodo post de hoje é a excelente melhorada liturgia praticada na Semana Santa e exibida pela TV Canção Nova. Não costumo assistir ao canal e, por isso, tomo as imagens que vi no Salvema Liturgia, precedidas dos comentários do caro Dr. Rafael Brodbeck.

Espero sinceramente que não se restrinjam à Semana Santa. Se a TV Canção Nova mantiver a qualidade das celebrações, a reforma da reforma pega pra valer no Brasil. Em questão de tempo, não haverá quem detenha a nova geração de padres e seminaristas na recuperação da identidade católica.

Basta de protestantismo na doutrina, na liturgia e
na música!
“(…) Temos em conta que, na melhor das intenções, a Canção Nova nemsempre foi um exemplo de liturgia. Muitos aspectos negativos cercaram a históricacelebração de Missas e outros atos litúrgicos na TV Canção Nova, nosacampamentos etc, o que acabou influenciando negativamente várias Missas Brasilafora. (…)

As fotos abaixo falam muito do que estamos tentando dizer, entretantopodemos, desde já, ressaltar alguns pontos positivos: arranjo beneditino dos castiçais e cruz no altar, paramentosromanos (que foram emprestados pelo Pe. Demétrio Gomes, membro do Salvem aLiturgia) – os góticos são lícitos e muito belos também, mas como havia umcerto rancor no Brasil contra os romanos, é bom que a CN os use -,distribuição da Sagrada Comunhão de joelhos,uso de batina e sobrepeliz dos acólitos, introduçãode cantos em latim e outros como prescreve o Missal para o Tríduo, introdução do silêncio, maissobriedade no ambiente, desnudação dosaltares, velamento das imagens, pluvial na procissão de Ramos, uso de um coro.