Bispo assiste um exorcismo pela primeira vez e narra sua experiência ante o demônio

mons-castellucci

ROMA, 03 Jan. 17 / 16:41 (ACI) – Tradução Frei Zaqueu – O Arcebispo de Modena-Nonantola (Itália), Mons. Erio Castellucci, tinha visto ao longo de sua vida possessos e endemoninhados, mas nunca havia presenciado um exorcismo até que um dos dois sacerdotes exorcistas de sua arquidiocese o chamou porque tinha “um caso difícil”.

IR. CECÍLIA MARIA: O SORRISO QUE ABALOU O MUNDO

Hna_Cecilia-Carmelo_Santa_Fe-5
https://www.youtube.com/watch?v=fi0s8mkR8sA
EM BUENOS AIRES, a Irmã Cecilia Maria partiu sorrindo para a Casa do Pai após uma difícil luta contra o câncer. Milhares compartilham nas redes sociais as imagens de sua agonia fatal, ainda que pelas fotografias seja impossível identificar qualquer traço de sofrimento, já que ela enfrentou toda a provação sem jamais perder a paz e a santa alegria.
Cecília graduou-se em enfermagem, e aos 26 anos de idade fez seus primeiros votos como carmelita descalça. Em 2003 fez a sua profissão perpétua. Há seis meses, foi diagnosticado o câncer de língua, sendo que a doença mortal provocou a metástase pulmonar. Faleceu para este mundo na última quarta-feira, 22/6/016, durante a madrugada. Embora aparentasse bem menos, tinha 43 anos.
Vivia no Monastério de Santa Teresa e São José, em Santa Fé, Argentina. Dedicava-se à oração e à vida contemplativa, tocava violino e era conhecida por sua doçura e permanente sorriso.
Nas últimas semanas, a doença se agravou e ela foi hospitalizada. No leito, não deixou de rezar e oferecer seus sofrimentos a Nosso Senhor, com a certeza de que seu encontro com Deus estava próximo.
Em um pedaço de papel, escreveu o seu último desejo: “Estava pensando como queria que fosse meu funeral. Primeiro, um momento de forte oração, e depois uma grande festa para todos. Não se esqueçam de rezar e também de celebrar!”…
Seu testemunho e as fotos dos seus últimos dias falam por si mesmos; milhares de pessoas comovidas compartilham nas redes sociais a agonia exemplar da Irmã Cecilia, exemplo perfeito e contemporâneo do que é morrer em perfeita Comunhão com Deus, com fé plena e na convicção do Céu.

 

Em tempo de Misericórdia Fácil, um Sermão Terrível e Tremendo

 

Anjo-Juizo

Caríssimos,

Salve Maria!

Estamos em meio a mais uma Quaresma. Abaixo o famoso Sermão do I Domingo do Advento do Pe. Antônio Vieira. As reflexões, embora alongadas, servem muito bem para cada um de nós neste tempo de Salvação. Caso não haja tempo para leitura completa, leia aos poucos , cada dia, mas é importante ler todo o texto, pois fará muito bem  à sua alma.