Mais uma vez Aparições de Medjugorje Condenada pelo Bispo Diocesano

Med

ROMA, 01 Mar. 17 / 07:00 pm (ACI).- Dom Ratko Peric, Bispo de Mostar-Duvno, a Diocese na Bósnia-Herzegovina que inclui Medjugorje, manifestou em um artigo a sua opinião sobre o que está acontecendo em sua jurisdição, escreveu que “a Virgem Maria não apareceu em Medjugorje” e explicou uma série de pontos para justificar a sua afirmação.

Abortistas franceses apedrejam grupo provida e a TV publica os chama de ‘tolerantes’



mais uma criança vítima da cultura da morte

Um grupo de provida em Nancy, na França, foi agredido por 60 abortistas que os apedrejaram, sendo que uma das vítimas era uma criança de apenas quatro anos. Os policiais assistiram impassíveis e a TV pública escolheu omitir o ataque e chamou os abortistas violentos de “defensores da tolerância”.
Traduzido por Marcela Silvestre – Aconteceu no dia 16 de novembro na região de Nancy, no nordeste da França. No dia do ocorrido, a tarde, um grupo de simpatizantes da associação pró-vida, SOS Tout-Petits, reuniu-se na histórica Place d’Alliance para rezar um rosário pela vida. Estava presente uma família gabonesa que viera de Metz, com seus quatro filhos, para rezar pelo fim do aborto. Eles estavam envoltos por uma barreira de policiais e do outro lado, um grupo com aproximadamente 60 radicais e violentos abortistas, que se declaravam “antifascistas”.

O que relataram no dia seguinte no jornal digital francês Boulevard VoltaireA oração e o canto dos providas foram respondidos com insultos e gritos que crescia cada vez mais. Por volta das 15 horas, os violentos partidários da cultura da morte começaram a lançar pedras nos pacíficos oradores pela vida. Uma das pedras atingiu a cabeça de uma criança com apenas quatro anos que estava rezando com seus pais e irmãos. A policia assistiu sem dor, fazendo vista grossa ante a agressão dos violentos abortistas.